CANADÁ EM FOCO


John Tory e Doug Ford entre os 61 canadianos `indefinidamente proibidos' de entrar na Rússia

O presidente da Câmara de Toronto, John Tory, e o primeiro-ministro do Ontário, Doug Ford, constam na lista de 61 canadianos agora "indefinidamente proibidos" de viajar para a Rússia.

As novas sanções do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia aplicam-se a funcionários do governo federal, vários primeiros-ministros, bem como especialistas militares e jornalistas do Canadá que estão "directamente envolvidos no desenvolvimento, fundamentação e implementação do curso russofóbico do regime dominante no Canadá".

Doug Ford é acompanhado na lista por outros primeiros-ministros das províncias de Saskatchewan, Manitoba, Alberta e Colúmbia Britânica, enquanto que o presidente da Câmara de Otava, Jim Watson, também foi incluído na mais recente lista.

A Rússia também sancionou o presidente do Banco Central, Tiff Macklem, o representante do Canadá na ONU, Bob Rae, e a chefe de gabinete de Justin Trudeau, Katie Telford.

Na terça-feira (19), o Canadá aplicou sanções a mais 14 russos por causa dos seus laços estreitos com o presidente Vladimir Putin, incluindo as suas duas filhas.

Desde Fevereiro, o governo federal impôs sanções a mais de 750 indivíduos e entidades, principalmente da Rússia e da Bielorrússia.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português